Projeto Comenius da Escola Básica 2, 3 do Caramulo – 4º Encontro

As alunas Claúdia Cabaças e Andreia Viegas e os professores Fernanda Pereira, Anabela Oliveira e António Salgado, o novo coordenador do projeto, estiveram entre os dias 3 e 9 de outubro a participar no 4º Encontro do projeto Comenius, que se realizou em Kiltsi, uma pequena aldeia a cerca de 100 km da capital da Estónia, Tallinn.

comenius

A escola de Kiltsi funciona dentro de um antigo palácio, o qual terá sido construído em 1466, desde os anos 20 do século passado. Pertenceu a várias famílias e personalidades históricas, sendo o almirante Adam Johann von Krusenstern o seu dono mais famoso. Este almirante de origem germânica, que adquiriu o palácio no inicio do século XIX, liderou a primeira circum-navegação do globo, ao serviço da Rússia, publicando o primeiro atlas relativo aos mares do Sul.

Este palácio é um edifício imponente e belo, rodeado por um jardim e um lago, igualmente belos. Os salões do palácio, os subterrâneos, o mobiliário, as louças e objetos dentro do palácio, assim como o jardim, as árvores, pedras e o lago que o constituem, encerram histórias e lendas sui generis, que marcaram todos os participantes.

0

Relativamente ao programa, este começou no domingo, dia 5 de outubro, com uma visita a um parque natural, onde os participantes tiveram a oportunidade de ver in loco uma parte da flora e fauna características da zona onde se encontra a escola de Kiltsi. Seguidamente visitou-se uma empresa de aquicultura e uma estação ecológica de tratamento de esgotos.

1

No dia seguinte, foi apresentado um dos trabalhos que resultaram das tarefas que cada país teve de realizar no âmbito deste encontro: a construção de um Herbarium e um album de animais. Todos os participantes puderam conhecer as 10 plantas e os 10 animais que vivem perto de água, endémicos ou característicos da área onde está implantada cada escola, em cada país.

Em Portugal, este trabalho teve inicio em junho, com uma saída de campo, onde se recolheram as plantas para o Herbarium, sob a preciosa orientação e ajuda do Dr. Pedro Ribeiro, professor na Escola Secundária de Viriato, profundo conhecedor da flora e fauna do Caramulo. A seguir à apresentação dos trabalhos, os professores encontraram-se com o presidente do município de “Väike-Maarja”, ao qual pertence a aldeia de Kiltsi. Tiveram oportunidade de conhecer melhor o município, as suas prioridades politicas e dificuldades e visitaram um museu dedicado à história e personalidades do mesmo.

Na terça feira, realizou-se uma visita à cidade de Rakvere e ao seu castelo medieval. Aqui todos os participantes experimentaram tiro ao alvo com arco e flecha, visitaram salas de tortura medievais e cunharam uma moeda.

No último dia, e dentro das tarefas agendadas para este encontro, os alunos, com a ajuda dos professores, concluíram a construção de um calendário, onde cada mês é representado por seis fotos, uma de cada país, sob o tema do projeto “Água – cada gota conta”. Participaram, ainda, no dia do animal de estimação.

2

Os alunos estonianos levaram os seus animais de estimação para a escola e apresentaram-os aos presentes. Houve uma votação e os animais preferidos foram distinguidos com um prémio. As nossas alunas apresentaram um powerpoint com os seus animais de estimação e os de vários alunos da escola do Caramulo, que já participaram noutros encontros. Por fim, houve a apresentação de danças e jogos de cada país no jantar final, onde estiveram presentes as familias de acolhimento, alunos e professores participantes.

Durante a semana houve ainda assistências e participação nas aulas de Artes e Ciências. Na primeira os alunos e professores talharam um pendente da rocha característica de Kiltsi, talco e na segunda realizaram uma análise microscópica da água recolhida no parque natural e nos lagos e fontes de Kiltsi.

3

Foi um encontro memorável pela beleza das paisagens e dos edifícios, pela simpatia e pelo espírito prático e calmo dos estonianos e pelo programa interessante, delineado pela coordenadora estoniana, Merje Leemets, e sua equipa de professores.

Finalmente, o testemunho das alunas participantes:

Claúdia Cabaças:

Eu acho que o comenius é um projeto fundamental para nós. Em conjunto com amigos e colegas conhecemos novos países, novas culturas e novas pessoas, ao mesmo tempo que enriquecemos o nosso inglês. A viagem à Estónia correu muito bem… Adorei as pessoas, o país, a casa onde fiquei, adorei tudo!

Andreia Viegas

Participar no comenius é uma boa experiência, porque podemos conhecer novos países, novas culturas, novas pessoas e até novas línguas. Também é uma boa maneira de desenvolver o Inglês.

Na minha viagem para a Estónia, conheci novas pessoas e ouvi novas línguas. Fiz novas amizades e acho que comecei a desenvolver melhor o meu Inglês. Foi uma experiência que gostava de repetir.

Os professores participantes.

4

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s