Personalidades

Desafio do mês de

1ª PISTA 

Deixem na Biblioteca a resposta.

Brevemente será divulgada a 2ª pista…

BOA SORTE!

 📚  📚

 


RESULTADO DO DESAFIO

Aqui fica alguma informação sobre o autor:
António Alves Redol, criado no Ribatejo, presencia desde jovem as precárias condições de vida do homem rural, o que mais tarde irá refletir de forma preponderante na sua escrita. Foi um dos mais influentes escritores portugueses do Neorrealismo do século XX. Destacou-se como contista, mas escreveu também romances, literatura infantil, artigos de jornal, peças de teatro e ensaios.

Nascimento:  Nasce em Vila Franca de Xira, a 29 de Dezembro de 1911.

Falecimento: 29 de Novembro de 1969, Lisboa.

Principais obras:

Romances

  • Gaibéus(1939)

  • Marés(1941)

  • Avieiros(1942)

  • Fanga(1943)

  • Anúncio(1945)

  • Porto Manso(1946)

  • Ciclo Port-Wine:

Teatro

  • Maria Emília(1945)

  • Forja(1948)

  • O Destino Morreu de Repente(1967)

  • Fronteira Fechada(1972)

Contos

  • Nasci Com Passaporte de Turista(1940)

  • Espólio(1943)

  • Comboio das Seis(1946)

  • Noite Esquecida(1959)

Literatura infantil

  • Vida Mágica da Sementinha(1956)

  • A Flor Vai Ver o Mar(1968)

  • A Flor Vai Pescar Num Bote(1968)

  • Uma Flor Chamada Maria(1969)

  • Maria Flor Abre o Livro das Surpresas(1970)

Estudos

  • Glória: Uma Aldeia do Ribatejo(1938)

  • A França: Da Resistência à Renascença(1949)

  • Cancioneiro do Ribatejo(1950)

  • Ribatejo(Em Portugal Maravilhoso) (1952)

  • Romanceiro Geral do Povo Português(1964)

📚   PARABÉNS a todos os que participaram no desafio!  📚

📚     📚

 

2ª Pista

 

1ª PISTA 

Deixa na Biblioteca a tua resposta.

Brevemente será divulgada a 2ª pista…

BOA SORTE!

 📚  📚

Mês de

Aqui fica alguma informação sobre o autor:

MIGUEL ANDRESEN SOUSA TAVARES, jornalista, cronista e escritor, nasceu no Porto, filho do advogado e jornalista Francisco Sousa Tavares e da escritora Sophia de Mello Breyner Andresen. Entre os seus ascendentes constam figuras da aristocracia portuguesa, sendo bisneto de Tomás de Melo Breyner e trineto de Henrique Burnay.

À exceção do período em que, durante a sua infância, viveu no norte do país, mais precisamente em Jazente, concelho de Amarante, Miguel Sousa Tavares cresceu em Lisboa. Foi na capital que se licenciou em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, e que iniciou a sua vida profissional na advocacia — durante 12 anos foi advogado, integrando o escritório do seu pai, até optar exclusivamente pelo jornalismo, em finais da década de 1980.

Os primeiros passos de Miguel Sousa Tavares na comunicação social ocorreram em 1978, ano em que ingressou na RTP. Em 1987, na estação pública, estreou-se como apresentador, com Face a face, um programa de entrevistas de figuras da cultura e da política portuguesa. Também moderou debates, como aquele em que opôs Mário Soares e Diogo Freitas do Amaral, nas eleições presidenciais de 1986.

A par do jornalismo, Sousa Tavares revelou-se na escrita, quer como cronista quer como romancista. Das suas incursões literárias resultam compilações de crónicas (sobretudo acerca de política e viagens), romances, livros de contos e uma história infantil. O seu romance Equador, editado em 2004, foi um best-seller, estando traduzido em mais de uma dezena de línguas estrangeiras. Rio das Flores, o seu romance seguinte, lançado em 2007, teve uma primeira tiragem de 100 mil exemplares.

Nascimento: 25 de junho de 1950                                              Nacionalidade: Português

Descendentes: 3 filhos, dois rapazes (Pedro Bustorff de Sousa Tavares e Martim Alves Andresen de Sousa Tavares) e uma rapariga (Rita Bustorff de Sousa Tavares)

Prémios

  • Prémio pela reportagem “Hoje aqui, amanhã no Corvo”, 1998;
  • Prémio Clube Literário do Porto(2007);
  • Prémio Grinzane Cavour, Itália, 2007;
  • Prémio de Jornalismo e Comunicação Vitor Cunha Rego, 2007;
  • Prémio Branquinho da Fonseca, 2008.

1ª Pista

Deixa na Biblioteca a tua resposta.

BOA SORTE!

                                                                 📚  📚

 

Desafio do mês de

Desafio – “Quem será?”

Resultado Final

   Miguel Torga, pseudónimo de Adolfo Correia da Rocha, foi um dos mais influentes poetas e escritores portugueses do século XX. Torga destacou-se como poeta, contista e memorialista, mas escreveu também romances, peças de teatro e ensaios. Foi laureado com o Prémio Camões de 1989, o mais importante da língua portuguesa.

Nascimento: 12 de agosto de 1907, São Martinho de Anta

Falecimento: 17 de janeiro de 1995, Coimbra

Nome completo: Adolfo Correia da Rocha

Pais: Maria da Conceição de Barros e Francisco Correia da Rocha

Sua única filha: Clara Rocha

Prémios e homenagens

  • 1969 – Prémio do Diário de Notícias.
  • 1976 – Prémio de Poesia da XII Bienal de Internacional de Poesia de Knokke-Heist(Bélgica)
  • 1980 – Prémio Morgado de Mateus, com Carlos Drummond de Andrade
  • 1981 – Prémio Montaigne da Fundação Alemã F.V.S.
  • 1989 – Prêmio Luso-Brasileiro Luís de Camões
  • 1991 – Prémio Personalidade do Ano
  • 1992 – Prémio Vida Literária da Associação Portuguesa de Escritores
  • 1993 – Prémio da Crítica, consagrando a sua obra
  • 1995 – O seu nome foi colocado, em 3 de Maio de 1995, numa rua da Freguesia de Santa Maria, no Concelho de Lagos. – homenagem

 

2ª Pista

1ª Pista

Deixa na Biblioteca a tua resposta.

BOA SORTE!

📚    📚    📚   📚

Vencedor final do “Desfio do mês – Quem será?”

 O aluno, Leonardo, da turma D e do quinto ano de escolaridade, foi o vencedor deste desafio, por ter sido o participante que mais acertou nas respostas certas. Parabéns Leonardo!

Felicitamos, de igual modo, todos os que participaram no desafio!

 

📚  📚  📚  📚

 

Desafio do mês de 

RESULTADO FINAL

   José de Sousa Saramago, filho e neto de camponeses, nasceu na aldeia de Azinhaga, província do Ribatejo, no dia 16 de Novembro de 1922. Os seus pais emigraram para Lisboa quando ele ainda não tinha completado dois anos. A maior parte da sua vida decorreu, portanto, na capital, embora até aos primeiros anos da idade adulta fossem numerosas, e por vezes prolongadas, as suas estadas na aldeia natal.

   Fez estudos secundários (liceais e técnicos) que, por dificuldades económicas, não pôde prosseguir. O seu primeiro emprego foi como serralheiro mecânico, tendo exercido depois diversas profissões: desenhador, funcionário da saúde e da previdência social, tradutor, editor, jornalista. Publicou o seu primeiro livro, um romance, Terra do Pecado, em 1947, tendo estado depois largo tempo sem publicar (até 1966). Trabalhou durante doze anos numa editora, onde exerceu funções de direcção literária e de produção. Colaborou como crítico literário na revista  Seara Nova. Em 1972 e 1973 fez parte da redacção do jornal Diário de Lisboa, onde foi comentador político, tendo também coordenado, durante cerca de um ano, o suplemento cultural daquele vespertino.

   Pertenceu à primeira Direcção da Associação Portuguesa de Escritores e foi, de 1985 a 1994, presidente da Assembleia Geral da Sociedade Portuguesa de Autores. Entre Abril e Novembro de 1975 foi director-adjunto do jornal  Diário de Notícias. A partir de 1976 passou a viver exclusivamente do seu trabalho literário, primeiro como tradutor, depois como autor. Casou com Pilar del Río em 1988 e em Fevereiro de 1993 decidiu repartir o seu tempo entre a sua residência habitual em Lisboa e a ilha de Lanzarote, no arquipélago das Canárias (Espanha). Em 1998 foi-lhe atribuído o Prémio Nobel de Literatura. Também ganhou, em 1995, o Prémio Camões, o mais importante prémio literário da língua portuguesa.

José Saramago faleceu a 18 de Junho de 2010.

Qualquer idade é boa para aprender. Muito do que sei aprendi-o já na idade madura e hoje, com 86 anos, continuo a aprender com o mesmo apetite”.  

 

2ª pista

1ª pista

Deixa na Biblioteca a tua resposta.

Boa Sorte!

📚  📚  📚  📚

 

Desafio do mês de 

RESULTADO FINAL

    O escritor António Torrado nasceu, em Lisboa, a 21 de novembro de 1938 (tem 79 anos). A origem dos pais é a Beira Baixa. Licenciou-se em Filosofia pela Universidade de Coimbra. Dedicou-se à escrita desde muito novo, tendo começado a publicar desde os 18 anos. Tem trabalhado em diversos livros e programas de televisão. Atualmente, é Coordenador do Curso Anual de Expressão Poética e Narrativa no Centro de Arte Infantil da Fundação Calouste Gulbenkian. Ele também é Coordenador de uma grande empresa de carros chamada Subaru. É o professor responsável pela disciplina de Escrita Dramatúrgica na Escola Superior de Teatro e Cinema. É dramaturgo residente na Companhia de Teatro Comuna em Lisboa. Sendo, consensualmente, considerado um dos autores mais importantes na literatura infantil portuguesa, possui uma obra bastante extensa e diversificada, que integra textos de raiz popular e tradicional, mas também poesia e sobretudo contos. Reconhece a importância fundamental da literatura infantil enquanto veículo de mensagens, elegendo como valores a promover a liberdade de expressão e o respeito pela diferença. António Torrado utiliza com frequência o humor em algumas das suas histórias.

 PARABÉNS a todos os que participaram no desafio!

 

1ª pista

QUEM SERÁ?

Deixa na Biblioteca a tua resposta.

Boa Sorte!

📚  📚  📚  📚

Desafio do mês de  

Resultado

Nasceu a 6 de novembro 1919 no Porto, onde passou a infância. Em 1939-1940 estudou Filologia Clássica na Universidade de Lisboa. Publicou os primeiros versos em 1940, nos Cadernos de Poesia. Na sequência do seu casamento com o jornalista, político e advogado Francisco Sousa Tavares, em 1946, passou a viver em Lisboa. Foi mãe de cinco filhos, para quem começou a escrever contos infantis. Além da literatura infantil, Sophia escreveu também contos, artigos, ensaios e teatro. Traduziu Eurípedes, Shakespeare, Claudel, Dante e, para o francês, alguns poetas portugueses.   Em termos cívicos, a escritora caracterizou-se por uma atitude interventiva, tendo denunciado ativamente o regime salazarista e os seus seguidores. Apoiou a candidatura do general Humberto Delgado e fez parte dos movimentos católicos contra o antigo regime, tendo sido um dos subscritores da “Carta dos 101 Católicos” contra a guerra colonial e o apoio da Igreja Católica à política de Salazar. Foi ainda fundadora e membro da Comissão Nacional de Apoio aos Presos Políticos. Após o 25 de Abril, foi eleita para a Assembleia Constituinte, em 1975, pelo círculo do Porto, numa lista do Partido Socialista. Foi também público o seu apoio à independência de Timor-Leste, consagrada em 2002.   A sua obra está traduzida em várias línguas e foi várias vezes premiada, tendo recebido, entre outros, o Prémio Camões 1999, o Prémio Poesia Max Jacob 2001 e o Prémio Rainha Sofia de Poesia Ibero-Americana – a primeira vez que um português venceu este prestigiado galardão. Com uma linguagem poética quase transparente e íntima, ao mesmo tempo ancorada nos antigos mitos clássicos, Sophia evoca nos seus versos os objetos, as coisas, os seres, os tempos, os mares, os dias.  Faleceu a 2 de julho de 2004, em Lisboa. Dez anos depois, em 2014, foram-lhe concedidas honras de Estado e os seus restos mortais foram trasladados para o Panteão Nacional.

PARABÉNS a todos os que participaram no desafio!

1ª pista

 QUEM SERÁ?

Deixa na Biblioteca a tua resposta.

Boa Sorte!

                                                  📚   📚    📚   📚    📚

Desafio do mês de  

Resultado

                 Na entrada do blog podem ler um resumo sobre esta escritora portuguesa.

✤ ✤ ✤

Aqui fica a 2ª pista para o desafio – “Quem será?”, do mês de fevereiro

Já descobriste?!

♣  ♣  ♣

1ª pista

QUEM SERÁ?

Deixa na Biblioteca a tua resposta.

Boa Sorte!

                                                                             📚   📚    📚   📚    📚

 

 Aqui ficam mais pistas para o Desafio do mês de janeiro “QUEM SERÁ?”   Nasceu em Lisboa

❉ ❉ ❉ ❉ ❉ ❉

Desafio do mês Janeiro

QUEM SERÁ?

Deixa na Biblioteca a tua resposta.

Boa Sorte!

 

📚   2017 / 2018  📚

 

 

Autor do mês de Janeiro

 

DSC07548

Scan0001 Scan0004 Scan0007 

DSC07545

Autor do mês de

Novembro de 2015

 

DSC03970 AUTOR DO MÊS

MARÇO

 

 

No âmbito das atividades da BE, os alunos de Educação Musical da turma D, elaboram um cartaz sobre Carl Orff, o compositor do mês.

 

 

carl orff

 

 

 

Carl  Orff

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

A Professora

 

Augusta Baranda

 

FEVEREIRO

 

sophia_breyner

Sophia de Mello Breyner Andresen

 

 

Sophia de Mello B. pista do livro

 

 

 

Gostas de ler e de mistérios?

Então, vai à biblioteca e participa na nova atividade:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1

 

 

6

 

 

5

 

 

4

 

 

2

 

 

Sophia Breyner

 

 

JANEIRO

 

Julio Verne

Júlio Verne

 A biblioteca da escola, durante o mês de janeiro, dinamizou uma exposição sobre Júlio Verne.

Este autor que foi muito rico em imaginação, conseguiu conjecturar, ainda no século XIX o que viria a acontecer nos séculos XX e XXI.

Toda a expansão planetária e a riqueza do interior do nosso planeta, etc. Além da exposição dos seus livros, a biblioteca está a realizar sessões de cinema com filmes baseados nos livros do autor.

Júlio Verne

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

 Prof. Manuela Sousa

 

NOVEMBRO / DEZEMBRO

  António Egas Moniz

Medicina, neurologia, política, literatura
Residência Portugal
 
Nascimento 29 de Novembro de 1874
Local Avanca, Estarreja,  Portugal
 
Morte 13 de Dezembro de 1955 (81 anos)
Local Lisboa,  Portugal
 
Atividade
Campo(s) Medicina, neurologia, política, literatura
 
Prémio(s)  Nobel de Fisiologia ou Medicina (1949)

 

 exposição Egas Moniz ebcar  OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

 

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

  Prof. Manuela Sousa

OUTUBRO

 

 

 

 

– Biólogo

– Mia Couto, pseudónimo de António Emílio Leite Couto, é um biólogo e escritor moçambicano.

Que o tempo, agora mais frio e quase invernoso, permita que as palavras, os textos, as imagens, enfim as nossas vozes se encontrem com outras vozes, na construção conjunta de sentidos novos, únicos e intrinsecamente globais.

  • Mia Couto

Desenho efetuado por Ricardo Silva, assistente operacional da nossa escola,para a rubrica mensal O Autor do Mês, dedicada ao escritor moçambicano Mia Couto. Obrigado também à professora Delmira Figueiredo pela magnífica exposição criada para este efeito.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ ◊ 

Março

Matilde Rosa Araújo

Matilde Rosa Araújo nasceu em Lisboa em 1921. Licenciou-se em Filologia Românica pela Faculdade de Letra da Universidade Clássica de Lisboa. Foi professora do Ensino Técnico Profissional em Lisboa e noutras cidades do País, assim como professora do primeiro Curso de Literatura para a Infância, que teve lugar na Escola do Magistério Primário de Lisboa.

Autora de livros de contos e poesia para os adultos e, principalmente,  para as crianças, tendo publicado mais de duas dezenas de livros.

Fevereiro

Estamos a iniciar o mês mais pequenino do ano. A autora que se segue será Ana Maria Magalhães. Agora que já conhecem Isabel Alçada, vamos realçar a semelhança entre estas duas escritoras.

Janeiro

Isabel Alçada A autora que se segue é do agrado da maior parte dos jovens. Faz parte do nosso imaginário infantil. Já adormecemos, muitas vezes, viajando pelas suas páginas.

Isabel Alçada nasceu em Lisboa a 29 de Maio de 1950. É a filha mais velha de três irmãs . Cresceu num ambiente cordial,  estimulante, rico de vivências onde o pai era quem contava as histórias para animar as festas. Sempre gostou de ler e na juventude viajou muito.

Estudou e licenciou-se em Filosofia na Faculdade de Letras de Lisboa. Profissionalmente foi professora de Português e História no 2º ciclo. Conheceu Ana Maria Magalhães na mesma escola.

Começou a escrever, em parceria, com Ana Maria Magalhães em 1982 e já foram publicados 50 títulos da colecção Uma Aventura. Para se inspirarem visitaram países dos quatro continentes para conhecerem os sítios das suas histórias. São também autoras de outras colecções como: Viagens no Tempo; Histórias e Lendas; História de Portugal, entre outras.

Actualmente, Isabel Alçada é comissária  do Plano Nacional de Leitura.

Novembro/Dezembro

A autora que se segue é Luísa Ducla Soares, mais uma escritora de livros infanto-juvenis e de inúmeras poesias.

xmg4jca3mdxqdca6zbl9kcay9fo9ocayexvgycab0wgd9caimy11vcatr4wilcajtbdorcas2kr2nca13ol8qca118fjxcafdw5osca5lrjklca5ab3bwca7z09bncav3mcn4ca7qjadaca2p2oz9Esta autora nasceu em Lisboa a 20 de Julho de 1939, onde se licenciou em Filologia Germânica. O seu primeiro livro de poesia data de 1970 e intitula-se Contrato. Tem-se dedicado como estudiosa e autora à literatura infanto-juvenil. Publicou 45 obras infanto-juvenis.

Recebeu o “Prémio Calouste Gulbenkian para o melhor livro de literatura infantil no biénio 1984-1985” e o “Grande Prémio Calouste Gulbenkian” pelo conjunto da sua obra em 1996.

Colaborou na página infantil do Diário Popular e na revista Rua Sésamo. As suas obras encontram-se traduzidas em diversos línguas, nomeadamente francês, catalão, basco e galego.

A tua Biblioteca possui alguns títulos desta autora, que muito têm fascinado o público infantil. Aproveita para conheceres um pouco mais do seu estilo, lendo os seus livros, fazendo os passatempos e pesquisas na internet.

Março / Abril

Bento de Jesus Caraça – O Matemático da Liberdade

 

 

 

 

 

 

 

 

JANEIRO/FEVEREIRO – JÚLIO VERNE

dsc02200-copia.jpg

 

Júlio Verne

Um pouco mais sobre …

(aportuguesado para Júlio Verne) , foi um escritor francês.

Mais uma oportunidade de divulgar junto dos alunos a vida e obra deste escritor, podes também encontrar na nossa Biblioteca algumas das obras e visitar a exposição que se encontra no átrio da nossa Escola.


:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

NOVEaquilino_ribeiro-6-copia.jpgMBRO/DEZEMBRO – AQUILINO RIBEIRO

Para estes meses, foi escolhido como personalidade, um escritor beirão.
Foi uma excelente oportunidade de divulgar junto dos alunos a sua vida e obra. Também recolhemos alguns artigos de jornais sobre a transladação dos seus restos mortais para o Panteão Nacional.
Vê a apresentação das imagens da exposição “Aquilino Ribeiro”.

Aquilino Ribeiro

Anúncios

5 thoughts on “Personalidades

  1. Estou a ver que a personalidade do mês, é algo constante neste sítio. Por isso venho fazer uma proposta à biblioteca da escola. Eu tenho um blog de Literatura, e gostaria de saber se a biblioteca deixava o “Escrever sem Segredos” escreversemsegredos.blogspot.com…colocar a personalidade do mês no nosso blog. Aguardarei a resposta.
    Obrigado.

    Gostar

  2. Qual é a escolha para personalidade do mês de Janeiro/Fevereiro para a Biblioteca? Aceito todas as opções, já que confio plenamente na Biblioteca. A escolhida será publicada pelo escrever sem segredos…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s